LIBERAÇÃO PROLONGADA DE FÁRMACOS E SUAS APLICAÇÕES FARMACOLÓGICAS: REVISÃO SISTEMÁTICA

Gustavo de Oliveira Alencar, Camila Alencar Bezerra, Jackelyne Roberta Scherf, Jamylys Fidelis da Silva, Maria de Fátima Rocha Barreto, Mikaely Pereira Alves, Rafael de Carvalho Mendes

Resumo


A liberação prolongada de medicamentos é caracterizada pela liberação do principio ativo aos poucos na corrente sanguínea no sitio de ação especifico, proporciona um período maior no organismo do que o convencional, possuindo diversidade de formas farmacêuticas, a vantagem é na adesão ao tratamento, doses diárias reduzidas, com menos efeitos colaterais. A presente revisão teve como objetivo apresentar por meio da literatura, como a liberação prolongada de fármacos é aplicada, discutindo também a sua importância. Trata-se de um estudo de revisão sistemática da literatura, no qual a busca por artigos foi feita nas seguintes bases de dados PubMed (Publisher Medline), LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) e SciELO (Scientific Eletronic Library Online), utilizando-se os descritores liberação prolongada de fármacos, liberação prolongada, prolonged drug release, prolonged release. A seleção respeitou critérios de inclusão/exclusão. Foram encontrados 96 artigos dentre os selecionados apenas 15 atenderam aos critérios, abordando sistemas como niossomas, comprimidos formadores de gel in situ, microesferas, entre outros. A fabricação desses medicamentos vem crescendo cada vez mais nos países, pois eles apresentam de maneira significativa um tratamento mais adequado facilitando maior adesão ao tratamento com doses mínimas para diversas patologias.A liberação prolongada de medicamentos é caracterizada pela liberação do principio ativo aos poucos na corrente sanguínea no sitio de ação especifico, proporciona um período maior no organismo do que o convencional, possuindo diversidade de formas farmacêuticas, a vantagem é na adesão ao tratamento, doses diárias reduzidas, com menos efeitos colaterais. A presente revisão teve como objetivo apresentar por meio da literatura, como a liberação prolongada de fármacos é aplicada, discutindo também a sua importância. Trata-se de um estudo de revisão sistemática da literatura, no qual a busca por artigos foi feita nas seguintes bases de dados PubMed (Publisher Medline), LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) e SciELO (Scientific Eletronic Library Online), utilizando-se os descritores liberação prolongada de fármacos, liberação prolongada, prolonged drug release, prolonged release. A seleção respeitou critérios de inclusão/exclusão. Foram encontrados 96 artigos dentre os selecionados apenas 15 atenderam aos critérios, abordando sistemas como niossomas, comprimidos formadores de gel in situ, microesferas, entre outros. A fabricação desses medicamentos vem crescendo cada vez mais nos países, pois eles apresentam de maneira significativa um tratamento mais adequado facilitando maior adesão ao tratamento com doses mínimas para diversas patologias.

Palavras-chave


Fármacos. Formas Farmacêuticas. Liberação Prolongada.

Texto completo:

Português Inglês

Referências


Sassone J. Formulação Magistral de Liberação Modificada. Proquimo Improvement. Improvement Acessoria Química Ltda. 2012. Disponível em: http://www.proquimo.com.br/uploads/formulacao_magistral.pdf.

El-Bagory I, Barakat N, Ibrahim MA, El-Enazi F. Formulation and in vitro evaluation of theophylline matrix tablets prepared by direct compression: Effect of polymer blends. Saudi Pharm J. 2012; 20(3): 229-238. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jsps.2011.11.007.

Oliveira EG, Campos RS, Machado AS, Pereira JF, Araujo TG. Avaliação da Goma Guar no desenvolvimento de comprimidos matriciais de liberação controlada de teofilina. São Paulo. Polímeros. 2015; 25: 54-58. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-1428.1756.

Prietsch RF, Pereira RA, Brauner CC, Rabassa VR, Corrêa MN, Del Pino FB. Formas Farmacêuticas de Liberação Modificada Utilizadas em Ruminantes: Uma Revisão. Rio Grande do Sul. Science and Animal Health. 2014; 2(1):3-26. DOI: http://dx.doi.org/10.15210/sah.v2i1.3025.

Nobre KA. Avaliação de Galactomanana da Adenanthera pavonina na Formação de Sistemas Matriciais. (Dissertação de Pós-Graduação). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. 74 f. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/18344/1/2012_dis_kanobre.pdf.

Silva RLC. Desenvolvimento de Comprimidos Flutuantes de Libertação Modificada Contendo um Parasiticida. (Tese de Doutorado). Universidade do Porto, Porto, 2014. 219 f. Disponível em: https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/76232/2/31454.pdf.

Costa RAS. Síntese e Teste de Hidrogéis Inteligentes para a Libertação Controlada de Fármacos. 2013. (Dissertação de Mestrado). Instituto Politécnico de Bragança. 2013. 205 f. Disponível em: https://bibliotecadigital.ipb.pt/bitstream/10198/9231/1/Rita%20Costa.pdf.

Delgado JMF. Preparação e caracterização de nanotransportadores (nanocápsulas, nanoesferas, lipossomas e transportadores lipídicos nanoestruturados) sem substância ativa. (Dissertação de Mestrado). Instituto Politécnico de Bragança. 2013. 117 f. Disponível em: https://bibliotecadigital.ipb.pt/bitstream/10198/9219/1/Jorge%20Delgado.pdf.

Abou EEAS, Hassan MA, El-Maraghy DA. Ketorolac tromethamine floating beads for oral application: Characterization and in vitro/in vivo evaluation. Saudi Pharm J. 2014; 22(4): 349-359. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.jsps.2013.06.006.

Alihosseini F, Ghaffari S, Dabirsiaghi AR, Haghighat S. Freeze-drying of ampicillin solid lipid nanoparticles using mannitol as cryoprotectant. São Paulo. Braz. J. Pharm. Sci. 2015; 51(4): 797-802. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502015000400005.

Carvalho IM, Marques CS, Oliveira RS, Coelho PB, Costa PC, Ferreira DC. Sustained drug release by contact lenses for glaucoma treatment—A review. Journal of Controlled Release. 2015; 202: 76-82. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.jconrel.2015.01.023.

Dahiya S, Onker R. Influence of polymethacrylates and compritol on release profile of a highly water soluble drug metformin hydrochloride. Ars Pharm. 2015; 56(1): 24-31.

Davanço MG, Campos ML, Rosa TA, Padilha EC, Alzate AH, Rolim LA, Rolim-Neto PJ, Peccinini RG. Benznidazole Extended-Release Tablets for Improved Treatment of Chagas Disease: Preclinical Pharmacokinetic Study. Antimicrobial Agents and Chemotherapy. 2016; 60(4): 2492-2498. DOI: http://dx.doi.org/10.1128/AAC.02506-15.

Ferreira GN, Silva MGR, Fraga AGM, Silva LCRP, Lira LM, Rodrigues CR, Castro HC, Sousa VP, Cabral LM. Preparation and scale up of extended-release tablets of bromopride. São Paulo. Braz. J. Pharm. Sci. 2014; 50(2): 291-300. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502014000200008.

Garud A, Garud N. Formulation of mucoadhesive microspheres of rosiglitazone maleate and its in vitro evaluation using ionotropic gelation technique. Ars Pharm. 2015; 56(2): 101-107.

Khan MI, Madni A, Ahmad S, Mahmood MA, Rehman M, Ashfaq M. Formulation design and characterization of a non-ionic surfactant based vesicular system for the sustained delivery of a new chondroprotective agent. São Paulo. Braz. J. Pharm. Sci. 2015; 51(3): 607-615. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502015000300012.

Loira-Pastoriza C, Todoroff J, Vanbever R. Delivery strategies for sustained drug release in the lungs. Adv Drug Deliv Rev. 2014; 75: 81-91, DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.addr.2014.05.017.

Nagendra R, Pai RS, Singh G. Design and optimization of novel in situ gel of mercaptopurine for sustained drug delivery. São Paulo. Braz. J. Pharm. Sci. 2014; 50(1): 107-119. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502011000100011.

Rodrigues L, Macario F, Pego C, Neves M, Romaozinho C, Santos L, Alves R, As H, Mota A, Campos M. Conversion from twice-daily tacrolimus to an extended release formulation in stable kidney transplant recipients: 2-year follow-up results of a single centre. Lisboa. Port J Nephrol Hypert. 2015; 29(1): 39-43.

Rossetto JD, Nascimento H, Fernandes DDPG, Belfort Jr. R, Muccioli C. Treatment of cystoid macular edema secondary to chronic non-infectious intermediate uveitis with an intraocular dexamethasone implant. São Paulo. Arq Bras Oftalmol. 2015; 78(3): 190-193. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0004-2749.20150049.

Silva CO, Rijo P, Molpeceres J, Figueiredo IV, Ascensão L, Fernandes AS, Roberto A, Reis CP. Polymeric nanoparticles modified with fatty acids encapsulating betamethasone for anti-inflammatory treatment. Int J Pharm. 2015; 493(1-2): 271-284, DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.ijpharm.2015.07.044.

Szekalska M, Amelian A, Winnicka K. Alginate microspheres obtained by the spray drying technique as mucoadhesive carriers of ranitidine. Acta Pharm. 2015; 65(1): 15-27. DOI: http://dx.doi.org/10.1515/acph-2015-0008.

Vieira EFS, Cestari AR, Chagas RA, Cortes GKR. Obtenção e caracterização de matriz apropriada para sistemas de liberação prolongada – estudos de liberação dos herbicidas atrazina e diuron. São Paulo. Quím. Nova. 2014; 37(3): 398-403. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-4042.20140074.

Souza J. Desenvolvimento de um sistema matricial de acetato de polivínilico para a liberação prolongada de cloridrato de propranolol. (Monografia de Conclusão de Curso). Faculdade Assis Gurgacz, Cascavel, 2015. Disponível em: https://www.fag.edu.br/upload/graduacao/tcc/55cb88b798279.pdf.

Sanches SCC. Caracterização físico-química e avaliação toxicológica preliminar do copolímero sulfato de condroitina-co-n-isopropilacrilamida para uso farmacêutico. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Faculdade de Farmácia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Belém, 2013. 173f. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/bitstream/2011/6149/1/Dissertacao_CaracterizacaoFisicoQuimica.pdf.

Lanzillotti PF. Sistemas para liberação modificada de fármacos. (Monografia de Conclusão de Curso), Fiocruz, Instituto de Tecnologia em Fármacos. Coordenação de Ensino e Capacitação, 2012. 46 f. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/7783/2/31.pdf.

Bizerra A, Silva V. Sistemas de liberação controlada: Mecanismos e aplicações. Três Lagoas. Revista Saúde e Meio Ambiente – RESMA. 2016; 3(2): 1-12.




DOI: http://dx.doi.org/10.19095/rec.v6i1.317

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXAÇÃO

LATINDEX: Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal