COMPLICAÇÕES DA DOENÇA CELÍACA ASSOCIADA AO TRANSGRESSO À DIETA ISENTA DE GLÚTEN

Guilherme Correia Alcantara, Cicero Jonas Rodrigues Benjamim, José Ramon Alcântara da Silva, Helker Albuquerque Macedo da Silva, Iracema Hermes Pires de Mélo Montenegro, Elida Mara Braga Rocha

Resumo


A Doença Celíaca (DC) é uma enteropatia de afecção crônica de patogenia genética caracterizada pela atrofia parcial ou total das microvilosidades da mucosa do intestino delgado. A ingestão do complexo proteico chamado “glúten” e de fragmentos derivados é fundamental para o desencadeamento desta doença, sendo responsável por promover a reação inflamatória que agride as vilosidades do intestino delgado. Este estudo teve como objetivo levantar dados por meio de uma revisão integrativa da literatura, acerca das complicações que o celíaco pode desenvolver em decorrência da transgressão à Dieta Isenta de Glúten (DIG). A estratégia de busca foi delineada nas bases de dados da Scientific Electronic Library Online (SciELO) e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MedLine). No processo de busca, utilizou-se o operador booleano AND, na associação dos seguintes descritores: Doença Celíaca; Complicações; Dieta Livre de Glúten.  Os critérios de inclusão dos artigos foram: estar disponível na integra, artigos publicados em periódicos nos últimos 10 anos, este período foi estabelecido devido à escassez de conteúdo na literatura, referente ao tema da pesquisa. O critério de exclusão se deu aos artigos que não fossem originais, teses, dissertações e monografias. A amostra final foi composta por 11 artigos. Com base nos resultados, as principais complicações que estão ligadas à DC são: linfoma, tireoidite de Hashimoto, diabetes mellitus tipo 1, osteoporose, além de a doença ser representada em pacientes com constipação e déficits nutricionais. O transgresso persistente à dieta isenta de glúten na doença celíaca pode atuar como fator de agravo ou no surgimento de doenças provindas de déficits nutricionais, provocadas pela inflamação da mucosa do intestino delgado. A presença da doença em si já aumenta as chances do aparecimento das patologias supracitadas.

Palavras-chave


Doença celíaca; Dieta Livre de Glúten; Complicações; Doenças associadas; Glúten.

Texto completo:

PORTUGUÊS INGLÊS

Referências


Isikay S, Hizli S, Çoskun S, Yilmaz K. Increased tissue transglutaminase levels are associated with increased epileptiform activity in electroencephalography among patients with celiac disease. Arquivos de Gastroenterologia 2015;52(4):272-277. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032015000400005

Castilhos AC, Gonçalves BC, Silva MM, Lanzoni LA, Metzger LR, Kotze LMS, Nisihara RM. Quality of life evaluation in celiac patients from southern Brazil. Arquivos de Gastroenterologia 2015;52(3):171-175. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032015000300003

Araújo HMC, Araújo WMC, Botelho RBA, Zandonadi RP. Doença celíaca, hábitos e práticas alimentares e qualidade de vida. Revista de Nutrição 2010;23(3):467-474. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732010000300014

Vieira C, Jatobá I, Matos M, Diniz-Santos D, Silva LR. Prevalence of celiac disease in children with epilepsy. Arquivos de Gastroenterologia 2013;50(4):290-296. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032013000400010

Silva JTP, Nisihara RM, Kotze LR, Olandoski M, Kotze LMS. Low boné mineral density in brazilian patients at diagnosis of celiac disease. Arquivos de Gastroenterologia 2015;52(3):176-179. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032015000300004

Cecilio LA, Bonatto MW. Prevalência do HLA DQ2 e DQ8 em pacientes portadores da doença celíaca, no seus familiares e na população geral. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva 2015;28(3):183-185. DOI: http://dx.doi.org//10.1590/S0102-67202015000300009

Selleski N, Almeida LM, Almeida FC, Gandolfi L, Pratesi R, Nóbrega YKM. Simplifying celiac disease predisposing HLA-DQ alleles determination by the real time PCR method. Arquivos de Gastroenterologia 2015;52(2):043-146. DOI:http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032015000200013

Baghbanian M, Farahat A, Vahedian HA, Sheyda E, Zare-Khormizi RZ. The prevalence of celiac disease in patients with iron-deficiency anemia in center and south area of iran. Arquivos de Gastroenterologia 2015;52(4):278-282. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032015000400006

Muniz JG, Sdepanian VL, Fagundes Neto U. Prevalence of genetic susceptibility for celiac disease in blood donors in São Paulo, Brazil. Arquivos de Gastroenterologia 2016;53(4):267-272. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032016000400011

Teixeira LM, Nisihara R, Utiyama SRR, Bem RS, Marcatto C, Bertozalo M, Carvalho GA. Screening of celiac disease in patients with autoimmune thyroid disease from southern Brazil. Arquivo Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia 2014;58(6):625-629. DOI:http://dx.doi.org/10.1590/0004-2730000003003

Andreoli CS, Cortez APB, Sdepanian VL, Morais MB. Avaliação nutricional e consumo alimentar de pacientes com doença celíaca com e sem transgressão alimentar. Revista de Nutrição 2013;26(3):301-311. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732013000300005

Cassol CA, Pellegrin CP, Wahys MLC, Pires MMS, Nassar SM. Perfil clínico dos membros da associação dos celíacos do Brasil – regional de Santa Catarina (ACELBRA-SC). Arquivos de Gastroenterologia 2007;44(3):257-265. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032007000300015

Boé C, Lozinsky AC, Patrício RP, Andrade JABA, Fagundes-Neto U. Doença celíaca e constipação: uma manifestação clínica atípica e pouco frequente. Revista Paulista de Pediatria 2012;30(2):283-287. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822012000200020

Pelleboer RAA, Janssen RLH, Deckers-Kocken JM, Wouters E, Nissen AC, Bolz WEA, Ten WETA, Feen CVD, Oosterhuis KJ, Rövekamp MH, Nikkesls PGJ, Houwen RHJ. Doença celíaca é super-representada em pacientes com constipação. Jornal de Pediatria 2012;88(2):173-176. DOI: http://dx.doi.org/10.2223/JPED.2155

Perreira CC, Corrêa PHS, Halpern A. Relato de caso: doença celíaca recém-diagnosticada como fator agravante de osteoporose em mulher idosa. Arquivo Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia 2006;50(6):1127-1132. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302006000600022

Whitacker FCF, Hessel G, Lemos-Marini SHV, Paulino MFVM, Minicucci WJ, Guerra-Júnior G. Prevalência e aspectos clínicos da associação de diabetes melito tipo 1 e doença celíaca. Arquivo Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia 2008;52(4):635-641. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302008000400009

Gouveia S, Gomes L, Ribeiro C, Carriljo F. Rastreio de síndrome poliglandular autoimune em uma população de pacientes com diabetes melito tipo 1. Arquivos Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia 2013;57(9):733-738. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302013000900010

Perez MO, Ciambeli GS, Nigri AA, Vieira MW, Costa CD. Doença celíaca associada à tireoidite de Hashimoto e síndrome de Noonan. Revista Paulista de Pediatria 2010;28(4):398-404. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822010000400018

Moreira AID, Menezes N, Varela P, Tente D, Ferreira E, Giesteira M, Pestana J, Armando B, Couceiro A. Linfoma cutâneo primário de células T periférico e doença celíaca. Revistada Associação Médica Brasileira 2009;55(3):253-256. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302009000300014

Brandt KG, Silva GAP. Soroprevalência da doença celíaca em ambulatório pediátrico, no nordeste do Brasil. Arquivos de Gastroenterologia 2008;45(3):239-242. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032008000300014

Gueiros ACLN, Silva GAP. Soropositividade para doença celíaca em crianças e adolescentes com baixa estatura. RevistaPaulista de Pediatria 2009;27(1):08-32. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822009000100005




DOI: http://dx.doi.org/10.19095/rec.v6i1.362

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXAÇÃO

  • LATINDEX: Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
  • REDIB(Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico): é uma plataforma para agregação de conteúdo científico e acadêmico em formato eletrônico produzido no contexto ibero-americano, relacionado a ele em um sentido cultural e social mais amplo e geograficamente não restritivo.
  • GOOGLE SCHOLAR: é uma ferramenta de pesquisa do Google que permite pesquisar em trabalhos acadêmicos, literatura escolar, jornais de universidades e artigos variados.