INTERVENÇÃO DIETOTERÁPICA NO TRATAMENTO DE PÊNFIGO VULGAR: RELATO DE CASO

Débora Ayeska de Oliveira Santos, Amanda do Amaral Pires Sobreira, Jamylle Correia dos Santos, Willma José de Santana, Caroline Medeiros Machado

Resumo


O Pênfigo Vulgar é uma patologia autoimune, sucede em ambos os sexos afetando principalmente pessoas na quarta e na sexta década de vida. Manifesta-se pela produção de anticorpos contra as desmogleínas, acometendo pele e mucosa. O objetivo deste estudo foi verificar o resultado da intervenção dietoterápica no tratamento do Pênfigo Vulgar (PV), sendo este um estudo de caso do tipo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa, na cidade de Juazeiro do Norte. Foi realizado com uma mulher, adulta, diagnosticada com PV onde foi realizado duas avaliações, uma anterior a intervenção dietoterápica e outra após, afim de analisar seu efeito. A paciente apresentou diminuição de 5,8Kg de peso e 10,5 cm de cintura, influenciando diretamente no seu IMC que passou de 35,13 Kg/m² (obesidade grau III) para 32,97Kg/m² (obesidade grau II), sem perda significativa de massa muscular nesse processo de emagrecimento e diminuição dos sintomas decorrentes do PV. Com a intervenção dietoterápica foi percebido que alimentação tem influência direta, positiva e negativa sobre o Pênfigo Vulgar, como também no tratamento e prevenção de comorbidades associadas. O que faz necessária a presença de profissionais multidisciplinares capacitados para tratar pessoas com PV, em especial a inclusão do nutricionista. Ressalta-se a importância de mais estudos envolvendo a influência da alimentação no tratamento e desenvolvimento do Pênfigo Vulgar.


Palavras-chave


Terapia Nutricional. Pênfigo Vulgar. Corticoide.

Texto completo:

INGLÊS PORTUGUÊS

Referências


- Melo EL. Pênfigo Vulgar com Acometimento de Mucosa Bucal e pele: Relato de Caso. Monografia (Odontologia), 28 p.— Universidade estadual da Paraíba-UEPB. 2015. Acessodo em: 05 de maio de 2017, Disponível em: < http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/bitstream/123456789/11049/1/PDF%20-%20Elo%C3%ADza%20Leonardo%20de%20Melo.pdf>

- Cunha PR, Barraviera SRCS. Dermatoses bolhosas auto-imunes. In: Anais Brasileiros de Dermatologia. [S.l.: s.n.], 2009. p. 111 – 122. DOI: Acesso em: 05 de maio de 2017, Disponível em: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/bitstream/123456789/11049/1/PDF%20-%20Elo%C3%ADza%20Leonardo%20de%20Melo.pdf

- Lakdawala N. The role of nutrition in dermatologic diseases: facts and controversies. Clinics in Dermatology, 2013;31(6):667 – 700. DOI: https://doi.org/10.1016/j.clindermatol.2013.05.004

- Hertl M, Jedlickova H, Karpati S, Marinovic B, Uzun S, Yayli S, et al. Pemphigus. S2 Guideline for diagnosis and treatment – guided by the European Dermatology Forum (EDF) in cooperation with the European Academy of Dermatology and Venereology (EADV). European Academy of Dermatology and Venereology, 2014;10(1111):406 – 414. DOI: 10.1111/jdv.12772. Epub 2014 Oct 22.

- Ferreira VYN. et al. Eficácia do uso de corticosteroide sistêmico no tratamento do pênfigo vulgar oral. Arquivos de Ciências da Saúde, 2016;23(3):10 – 13. DOI: 10.17696/2318-3691.23.3.2016.215

- World Health Organization. Obesity: preventing and managing the global epidemic. Report of a World Health Organization Consultation. Geneva: World Health Organization, 2000. p. 256. WHO Obesity Technical Report Series, n. 284.

- Duarte ACG. Avaliação Nutricional: Aspectos Clínicos. 1. Ed. São Paulo. Atheneu, 2007.

- Javanbakht MH. Avaliação da atividade enzimática antioxidante e capacidade antioxidante em pacientes com pênfigo vulgaris recentemente diagnosticado. Dermatologia clínica e experimental.2015;3(40):313-317. DOI: 10.1111/ced.12489.

- Ruocco V, Ruocco E, Lo SA, Brunetti G, Guerrera LP, Wolf R. et al. Pemphigus: Etiology, pathogenesis, and inducing or triggering factors: Facts and controversies. Clinics in Dermatology, 2013;31:374 – 381. DOI: https://doi.org/10.1016/j.clindermatol.2013.01.004

- Czerninski R, Zadik Y, Kartin-Gabbay T, Zini A, Touger-Decker R. Czerninski R. Dietary alterations in patients with oral vesiculoulcerative diseases. Oral surgery, oral medicine, oral pathology and oral radiology, 2014;117(3):319-323.

- Palheta RCA, Costa LV, Brigida ES, Dias JS, Nogueira AC, Figueira MS. Avaliação da perda de peso e comorbidades em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica em uma clínica particular em Belém-Pa. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, São Paulo, 2017;11(65):281-289.

- Moraes VCS. Identificação do risco de cardiopatia através do estudo combinado de circunferências corporais. Acta Biomedica Brasiliensia. 2016;7(1). DOI:10.18571/acbm.096.

- Risso M, Villalpando KN, Pinho MN, Pallotta FR. Pênfigo vulgar: relato de caso clínico. Revista Gaúcha de Odontologia. Porto Alegre, 2011;59(3):515-520.

- Sousa SM. A vitamina D e o seu papel na prevenção de doenças. 2016. 57 p. Monografia (Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas) — Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde. Acesso em: 05 de maio de 2017, Disponível em:

- Hilbig C, Martinez JV, Martinez JE. Necrose de medula óssea em paciente portadora de lúpus eritematoso sistêmico. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, 2016;4(18):187-192. DOI: 10.5327/Z1984-4840201625947.




DOI: http://dx.doi.org/10.19095/rec.v6i2.354

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXAÇÃO

  • LATINDEX: Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
  • REDIB(Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico): é uma plataforma para agregação de conteúdo científico e acadêmico em formato eletrônico produzido no contexto ibero-americano, relacionado a ele em um sentido cultural e social mais amplo e geograficamente não restritivo.
  • GOOGLE SCHOLAR: é uma ferramenta de pesquisa do Google que permite pesquisar em trabalhos acadêmicos, literatura escolar, jornais de universidades e artigos variados.