ESTUDO DO POTENCIAL ANTIBACTERIANO E MODULADOR DOS EXTRATOS METANÓLICO E HEXÂNICO DAS ENTRECASCAS DE Luehea paniculata Mart. & Zucc. (MALVACEAE)

Isis Oliveira Menezes, Valéria Christina Romualdo Calor, Raimundo Luiz Silva Pereira, Cristina Rodrigues dos Santos Barbosa, Débora Feitosa Muniz, Saulo Relison Tintino, Henrique Douglas Melo Coutinho, João Tavares Calixto Júnior, Aracélio Viana Colares

Resumo


A resistência microbiana é um dos mais relevantes problemas de saúde pública a nível global, que estimula a pesquisa por novas alternativas farmacológicas. Luehea paniculata Mart. & Zucc, também conhecida como açoita-cavalo é uma planta amplamente utilizada no combate a diversas enfermidades, dentre elas, acometimentos por cepas fúngicas e/ou bacterianas. O presente estudo visou determinar as atividades antibacteriana e modulatória dos extratos metanólicos e hexânicos da entrecasca de L. paniculata frente a bactérias gram positiva e negativas de cepas padrões e multirresistentes pelo método de microdiluição em caldo para determinação de Concentração Inibitória Mínima e modulação de aminoglicosídeos: gentamicina e amicacina. Observou-se que os extratos das entrecascas de L. paniculata isolados não evidenciaram atividade antibacteriana, entretanto, na atividade nos testes de modulação o extrato metanólico, foi capaz de causar danos as cepas multirresistentes de: S. aureus quando associado com amicacina e E. coli e P. aeruginosa com gentamicina. Quanto ao extrato hexânico, associado com a amicacina mostrou-se sinergismo com cepas de S. aureus e P. aeruginosa, e com a gentamicina mostrou-se efetividade contra P. aeruginosa. Diante dos resultados obtidos, concluímos que os extratos isoladamente não demonstraram atividades antibacterianas significativas. O mesmo não ocorrendo quando combinados com antibióticos sintéticos e em especial na S. aureus, que devido ao efeito sinérgico já citado, promoveu inibição melhor evidenciada. Portanto, estudos futuros são necessários para o aumento de informações sobre a Luehea paniculata, além de testes de citotoxicidade celular e seus fracionamentos por mostrar-se promissora como agente potencializador de antimicrobianos.


Palavras-chave


Agentes Antibacterianos; Luehea paniculata; modulação

Texto completo:

Português Inglês

Referências


Grillo VT, Gonçalves TG, Júnior JD, Paniágua NC, Teles CB. Incidência bacteriana e perfil de resistência a antimicrobianos em pacientes pediátricos de um hospital público de Rondônia, Brasil. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada. 2013 Apr 13;34(1):117-23.

Alencar LC, Chaves TP, Santos JS, Nóbrega FP, Araújo RM, Santos VL, Felismino DC, Medeiros AC. Efeito modulador do extrato de plantas medicinais do gênero Spondias sobre a resistência de cepas de Staphylococcus aureus à Eritromicina. Journalof Basic and Applied Pharmaceutical Sciencies. 2015 Sep 23;36(1).

Araújo S, Silva I, Tacão M, Alves A, Henriques I. Resistência bacteriana a antibióticos em vegetais e águas de irrigação: um problema de saúde pública. Revista Captar: Ciência e Ambiente para Todos. 2016 Jan 14;6(1).

dos Santos Sales V, do Nascimento EP, Monteiro ÁB, da Costa MH, de Araújo Delmondes G, Soares TR, Tintino SR, Sobreira FR, de Souza Rodrigues CK, da Costa JG, Coutinho HD. Modulação in vitro da atividade antibiótica pelo óleo essencial dos frutos de Piper tuberculatumJacq. Revista Cubana de Plantas Medicinales. 2017 Jan 31;22(1).

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Plano de Ação da Vigilância Sanitária em Resistência aos Antimicrobianos. Brasil, 2017.

Matias EF. Avaliação da atividade antibacteriana e moduladora da resistência bacteriana a aminoglicosídeos de extratos polares e apolares de Croton campestres A.(velame), Ocimum gartissimum (alfavaca) e Cordiaver banacea DC.(erva-baleeira). Crato, CE: Universidade Regional do Cariri–URCA. 2010.

Maciel MA, Gomes FE, Pinto AC, Cólus IM, Magalhães NS, Grynberg NF, Echevarria A. Aspectos sobre produtos naturais na descoberta de novos agentes antitumorais e antimutagênicos.

Simões CM, Schenkel EP, de Mello JC, Mentz LA, Petrovick PR. Farmacognosia: do produto natural ao medicamento. Artmed Editora; 2016 Nov 1.

Tanaka JC, Silva CC, Dias Filho BP, Nakamura CV, Carvalho JE, Foglio MA. Constituintes químicos de Luehea divaricata Mart.(Tiliaceae). Química Nova. 2005 Oct 1.

Montovani PA, Júnior AC, Moraes A, Fiorentini F, Meinerz C. Atividade antimicrobiana do extrato de Açoita-cavalo (Luehea sp.). Cadernos de Agroecologia. 2009 Dec 31;4(1).

Calixto Júnior JT, Morais SM, Martins CG, Vieira LG, Morais-Braga MF, Carneiro JN, Machado AJ, Menezes IR, Tintino SR, Coutinho HD. Phytochemical analysis and modulation of antibiotic activity by Luehea paniculata Mart. & Zucc.(Malvaceae) in multiresistant clinical isolates of Candida spp. BioMed research international. 2015;2015.

Cunha SB. Investigação de componentes químicos da casca do caule de Luehea divaricata martius (malvaceae) e suas potenciais atividades biológicas.2016

Matos F. J. D. A. Introdução à fitoquímica experimental. Fortaleza: edições UFC, 2009.

Wayne PA. National Committee for Clinical Laboratory Standards. Performance standards for antimicrobial susceptibility testing. Twelfth informational supplement. M100-S12 NCCL.2002. DOI: https://doi.org/10.1186/1476-0711-3-1

Javadpour MM, Juban MM, Lo WC, Bishop SM, Alberty JB, Cowell SM, Becker CL, McLaughlin ML. De novo antimicrobial peptides with low mammalian cell toxicity. Journal of medicinal chemistry. 1996 Aug 2;39(16):3107-13.

Palomino JC, Martin A, Camacho M, Guerra H, Swings J, Portaels F. Resazurin microtiter assay plate: simple and inexpensive method for detection of drug resistance in Mycobacterium tuberculosis. Antimicrobial agents and chemotherapy. 2002 Aug 1;46(8):2720-2.

Daferera DJ, Ziogas BN, Polissiou MG. The effectiveness of plant essential oils on the growth of Botrytis cinerea, Fusarium sp. and Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis. Cropprotection. 2003 Feb 1;22(1):39-44.

Gonçalves JM. Atividades biológicas e composição química dos óleos essenciais de Achyroclinesatureoides (Lam) DC. e Ageratum conyzoides L. encontradas no semiárido baiano.

Coutinho HD, Costa JG, Lima EO, Falcão-Silva VS, Júnior JP. Herbal therapy associated with antibiotic therapy: potentiation of the antibiotic activity against methicillin–resistant Staphylococcus aureus by Turneraulmifolia L. BMC complementary and alternative medicine. 2009 Dec;9(1):13.a

Calixto-Júnior JT, Morais SM, Colares AV, Coutinho HD. The Genus Luehea (Malvaceae-Tiliaceae): Review about Chemical and Pharmacological Aspects. Journal of pharmaceutics. 2016;2016.

Barnes J, Anderson LA, Phillipson JD. St John's wort (Hypericum perforatum L.): a review of its chemistry, pharmacology and clinical properties. Journal of pharmacy and pharmacology. 2001 May 1;53(5):583-600.

Ho KY, Tsai CC, Huang JS, Chen CP, Lin TC, Lin CC. Antimicrobial activity of tannin components from Vaccinium vitis-idaea L. Journal of Pharmacy and Pharmacology. 2001 Feb 1;53(2):187-91.

Jana S, Deb JK. Molecular targets for design of novel inhibitors to circumvent aminoglycoside resistance. Current Drug Targets. 2005 May 1;6(3):353-61.

Coutinho HD, Costa JG, Lima EO, Falcao-Silva VS, Siqueira-Junior JP. Potentiating effect of Mentha arvensis and chlorpromazine in the resistance to aminoglycosides of methicillin-resistant Staphylococcus aureus. in vivo. 2009 Mar 1;23(2):287-9.b

Tintino SR, Sobra MA, de Sousa Andreza R, Alves EF, Cruz AJ, de Sousa AT, de Morais Oliveira CD, Leandro LM, de Aquino PE, de Lima LF. Atividade antibacteriana e moduladora in vitro de extrato metanólico e hexânico de beta vulgaris spp.(Linnaeus). Revista Cubana de Plantas Medicinales. 2015 Oct 14;21(1).

Tintino SR, de Carvalho Neto AA, Menezes IR, Oliveira CD, Coutinho HD. Atividade antimicrobiana e efeito combinado sobre Drogas antifúngicas e antibacterianas do fruto de Morindacitrifolia L. Acta Biológica Colombiana. 2015 Sep 1;20(3):193-200.




DOI: http://dx.doi.org/10.19095/rec.v8i2.828

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXAÇÃO

  • LATINDEX: Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
  • REDIB(Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico): é uma plataforma para agregação de conteúdo científico e acadêmico em formato eletrônico produzido no contexto ibero-americano, relacionado a ele em um sentido cultural e social mais amplo e geograficamente não restritivo.
  • GOOGLE SCHOLAR: é uma ferramenta de pesquisa do Google que permite pesquisar em trabalhos acadêmicos, literatura escolar, jornais de universidades e artigos variados.
  • SUMÁRIOS:  Sumários de Revistas Brasileiras (Sumários.org) é uma base indexadora de periódicos científicos brasileiros que busca ampliar a divulgação e o acesso aos periódicos científicos nacionais.